segunda-feira, 18 de junho de 2012



ESTRADA DO AMOR

[A-JDSY 18/06/2012]

NA ESTRADA QUE VAI PARA O AMOR,
NA HORA CERTA EU CHEGUEI,
NO CAMINHO VI PORCELANAS BELAS,
DE UM LADO DE OUTRO  VI E TE AMEI.

PARECE QUE EU VOLTO AO MUNDO,
PROCURANDO O UNIVERSO DO AMOR,
ME MACHUQUEI  MAS MINHA PELE VIROU CICATIZ DE TECIDO,
MAS O SOL CUROU-ME COM TEU CALOR.

NÓS PENSAMOS OBTER O TOPO DO AMOR FACILMENTE,
E SEMPRE O PRAZER QUEREMOS EMITIR,
SOU INIMIGO DA SUJEIRA, AMIGO DO AMOR ARDENTE,
MAS O MEU AMOR QUERO TE TRANSMITIR.


Um comentário:

  1. Meu querido amigo Jair suas poesias são lindas!
    Sua amiga Leila Baral

    ResponderExcluir